Secretaria de Saúde de Espigão do Oeste realizou palestra sobre a importância da amamentação, e da importância do leite materno para recém-nascidos

0
93

É de conhecimento universal a importância da amamentação, da importância do leite materno para recém-nascidos. Até os 6 meses de idade, sendo recomendada como a alimentação exclusiva.

A Secretaria Municipal de Saúde de Espigão do Oeste, por meio da Coordenação da Atenção Básica de saúde, realizou na tarde desta quinta-feira, 29 de agosto, uma ação abrangendo o tema.

Foi administrada palestra sobre formas e maneiras corretas de amamentação ao bebê. O público continha mulheres em estágio inicial de gestação, assim como haviam mulheres em período próximo de darem a luz e puérperas, bem como mães com bebês maiores.

Segundo a coordenadora da AB, Jaqueline Nunes, o objetivo é tirar dúvidas e mitos de futuras mamães, assim como daquelas que já amamentam. A palestrante, enfermeira Juliana Gabiatti, em determinado ponto frisou que muitas mães causam confusão nos bebês. Fato que gera a ideia de que seu leite não está sendo suficiente.

Segundo Juliana, isso ocorre devido a forma como é oferecida a alimentação ao bebê. Quando amamentado diretamente no seio da mãe, o bebê precisa envolver a auréola, para conseguir extrair o leite, necessitando de um esforço maior pelo bebê. Já na tradicional mamadeira, o leite vem com maior facilidade, o que acaba causado a recusa da amamentação através do seio.

Outro fator que acaba trazendo confusão aos bebês são os bicos, denominados chupeta. Elas acabam fazendo que o bebê desaprenda a mamar e acabe gerando o desmame precoce.

A ação realizada, integra a campanha “Agosto Dourado” dedicado à intensificação das ações de promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno. A mobilização contou com o trabalho dos Agentes Comunitários de Saúde, e organização da Coordenação da AB, Jaqueline Nunes.

Fonte: Assessoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui