IDEB: Espigão do Oeste supera meta projetada para 2017 nas séries iniciais.

0
57

O MEC divulgou essa semana os dados do Índice do Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), principal indicador da qualidade do ensino básico no país.

A educação do município de Espigão do Oeste continuou superando a meta projetada para as séries iniciais do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB). A meta para 2017 era de, 5.5, e o município alcançou 5.9, graças ao empenho, dedicação e comprometimento dos profissionais da educação e equipes gestoras.
As escolas da rede municipal de ensino que obtiveram as maiores notas nas séries iniciais foram EMEIEF Simone Moura Rosa do Bairro São José, com 6.7, e Aurélio Buarque de Holanda, localizada no assentamento Cachoeira (Seringal) com 5.2. Das séries finais, o destaque ficou para a escola Brás Cubas localizada no distrito de Canelinha com 5.6.
Nas séries finais o Município não alcançou o mesmo sucesso, mas, já vem adotando métodos para alcançar a meta projetada.
As grandes dificuldades enfrentadas pelas as escolas são a evasão escolar e a reprovação. Desafios que vem sendo combatido ano após ano, com palestras e outras estratégias de recuperação destes alunos com dificuldades de aprendizado e de permanência na escola utilizadas por gestores e professores.
O IDEB.
O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) foi criado pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) em 2007 e representa a iniciativa de reunir em um só indicador, dois conceitos importantes para a qualidade da educação: fluxo escolar e médio de desempenho nas avaliações. O indicador é calculado a partir dos dados sobre aprovação escolar, obtidos no Censo Escolar, e médio de desempenho nas avaliações do Inep, o Saeb, para as unidades da federação e para o país, e a Prova Brasil, para os municípios.
Texto: Assessoria/ Semed.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui